Ir para o conteúdo

Teste de fit cultural: o que é e como aplicar [+ Modelo grátis]

fit cultural

Veja o que é o fit cultural e confira dicas práticas para implementá-lo no processo de recrutamento e seleção. Você também encontrará um modelo de de teste de fit cultural com 20 exemplos de perguntas e com o cálculo automático de aderência dos candidatos, pronto para baixar e usar!

Sem tempo para ler o artigo? Nós lemos para você. Clique no play para ouvir!

Após o anúncio de uma vaga, a triagem de currículos e as entrevistas comportamentais, ainda pode ser preciso diferenciar candidatos com currículos e experiências profissionais similares. É nessa hora que o fit cultural entra em cena, sendo uma ferramenta essencial para filtrar os candidatos que melhor se alinham à cultura organizacional da empresa.

Sabemos que cada indivíduo possui características e vivências únicas, que moldam sua forma de se comportar e de trabalhar. Por isso, entender como cada perfil pode se encaixar na empresa é fundamental para conduzir processos de atração de talentos mais eficientes.

Veja a seguir perguntas e respostas sobre o fit cultural e baixe um modelo de teste pronto para uso! 📋

Índice

recrutamento onboarding factorial

O que é fit cultural?

Objetivamente, podemos dizer que o fit cultural é o alinhamento entre a cultura organizacional da empresa e o perfil comportamental do candidato.

A Harvard Business Review define o termo em seu artigo sobre o tema como:

“a probabilidade de alguém refletir e ser capaz de se adaptar às crenças, atitudes e comportamentos centrais que compõem sua organização”.

Ou seja, esse encaixe cultural depende de uma série de características intrínsecas a cada pessoa, como os seus valores, seus traços de personalidade, suas soft skills, crenças e objetivos de vida.

Ao considerar esses aspectos, é possível encontrar candidatos com maior probabilidade de motivação e envolvimento com a missão e os valores da empresa. Veja a seguir um exemplo de fit cultural.

Exemplo prático de fit cultural

Para entender melhor este conceito, vamos dar um exemplo prático de fit cultural. Veja a seguir:

Em uma situação em que há um candidato orientado por processos, ele pode não ser uma boa opção se sua empresa prioriza a inovação e a flexibilidade em todas as iniciativas. Da mesma forma, um funcionário que busca uma rápida progressão na carreira será difícil de manter em uma posição sem oportunidade de promoção em um prazo curto de tempo.

Um profissional com fit cultural não só incorpora os mesmos valores da empresa, mas também se encaixa perfeitamente desde o primeiro dia. Além disso, costuma se destacar no seu papel e deixa uma boa impressão entre colegas, clientes e consumidores. Esse profissional tem o potencial de se tornar um grande embaixador da sua organização e sua marca.

Esse é apenas um exemplo prático de fit cultural, mas ainda há muito mais para aprender! Veja a seguir.

O fit cultural no processo de recrutamento e seleção

A avaliação de fit cultural se materializa em entrevistas e testes durante o processo seletivo, mas a preocupação com o tema deve permear todas as fases do recrutamento e atração de talentos na empresa.

Leve o seu processo de Recrutamento e Seleção para o próximo nível com essas dicas sobre como incorporar o fit cultural à jornada do candidato e futuro colaborador.

Página de carreiras

Uma vez que se conheça e se defina a cultura da empresa, é importante compartilhar o máximo de informações a respeito na página de carreiras da empresa. Além de ser a principal conexão entre as vagas e os candidatos, essa página é a porta de entrada do candidato para o universo da empresa.

Nessa página, os talentos começam a construir o seu interesse pela companhia, por diferentes motivos. E é também através dela que o employer branding começa a ser aplicado. Tudo isso passa pela análise do candidato sobre a visão, missão e valores da empresa, assim como temas mais tangíveis, como maturidade da empresa, número de funcionários e êxitos na área de atuação.

Portanto, vale investir nessa página! Garanta que a sua página de carreiras transmita um pouco da cultura da empresa através de depoimentos, vídeos e conteúdos relevantes que trabalhem o seu potencial como marca empregadora.

ebook employer branding

Descrição das vagas

Também é importante trabalhar a compatibilidade do perfil de candidatos desde o seu primeiro contato com suas futuras atividades profissionais: na descrição de cargos.

Por isso, explique quais são as habilidades e competências comportamentais indispensáveis para a vaga em questão. Também não é possível trabalhar o desenvolvimento do profissional se este não tem aderência à cultura. Por isso, é importante listar e priorizar as competências desejadas no futuro.

Isso vale tanto para os valores mais genéricos da empresa, quanto para aqueles mais particulares da área para qual o candidato está aplicando.

📑 Modelo de descrição de cargos e funçoes: Word

Consistência na avaliação

Para garantir um processo justo e resultados embasados, é absolutamente essencial fazer as mesmas perguntas a todos os candidatos. Isto permite assegurar consistência e comparabilidade, mesmo que existam variações nas respostas dos candidatos.

Nenhum candidato precisa ser perfeito e cada um terá suas próprias fraquezas. Mas a avaliação de fit cultural deve evidenciar a maior sobreposição de cultura possível. Para isso, considere pontos como:

  • Motivação para o trabalho em equipe.
  • Valores compartilhados.
  • Métodologias de trabalho.

Depois, na continuidade do processo seletivo, essa lista de perguntas de fit cultural pode servir como uma orientação para a tomada de decisão sobre a aderência dos candidatos. Seguir um método é mais eficaz do que se guiar por instintos e ajuda a evitar erros desnecessários ao contratar novos funcionários.

Passo a passo: Como avaliar o fit cultural de um candidato

Para saber como aplicar e como avaliar o fit cultural em uma empresa, algumas dicas e ferramentas podem ajudar. A seguir, separamos um passo a passo para ajudar na aplicação do teste de fit cultural, além de disponibilizarmos um modelo pronto para uso. Confira!

1. Entenda a cultura organizacional da empresa

Antes de começar, é necessário ter um entendimento concreto do que significa fit cultural na sua empresa. Começar do topo pode ajudar, identificando e definindo os valores e a missão da organização.

Depois, é necessário viver esses valores. Valores da empresa não são simplesmente cartazes pendurados na parede, mas sim formas enraizadas nas quais os funcionários interagem uns com os outros e a liderança interage com os funcionários.

A partir daí, uma boa ideia é criar um código de cultura. Esse documento descreve todas as práticas da cultura organizacional. Ele pode ser feito em qualquer formato, como um manual ou uma apresentação de power point, mas deve conter:

  • Declaração de missão.
  • Valores fundamentais.
  • Como trabalhar e viver de acordo com os valores da empresa.
  • Rituais e tradições da empresa.
  • Crenças compartilhadas.

o que e fit cultural

2. Analise o histórico do profissional

Durante a avaliação dos candidatos, é importante observar o perfil das empresas nas quais o candidato já trabalhou. Caso as práticas e os valores dessas empresas sejam similares aos da sua organização, pode ser um ponto positivo.

Porém, esse não pode ser o único critério. Muitas vezes, a falta de sucesso de um candidato em empregos anteriores pode ter a ver com a falta de fit cultural com a empresa na qual trabalhava.

Além disso, as referências do currículo não servem apenas para validar a experiência do candidato. Elas são valiosas também para a empresa identificar a capacidade de adaptação à cultura de um negócio.

💡 Sistema ATS para Recrutamento e seleção: Teste mais de 20 recursos na prática

3. Aplique o teste de fit cultural

Por fim, realize perguntas de fit cultural ao longo do processo de seleção. O teste de fit cultural pode se materializar como uma etapa própria do processo. Outra possibilidade é que ele seja uma parte integrante das entrevistas comportamentais.

✔️ Veja a seguir alguns exemplos de perguntas para avaliar o fit cultural e baixe um teste pronto para uso!

Exemplos de perguntas de fit cultural

As perguntas de fit cultural podem focar em conquistas, erros e acertos, preferências do ambiente de trabalho, práticas de gestão de pessoas e processo de tomada de decisão, entre outros.

O objetivo é que as perguntas de fit cultural permitam analisar qual o nível de inteligência emocional e comportamental do candidato, além de evidenciar características que surgem em situações cotidianas de trabalho, como tipo de liderança e visão estratégica.

Alguns exemplos de perguntas que podem ser utilizadas em uma entrevista de fit cultural:

  • Descreva como seria seu dia de trabalho ideal.
  • Quais eram as características do melhor gestor que você já teve?
  • Quais valores você busca em uma empresa?
  • Descreva uma vez em que sua equipe resistiu a uma ideia que você apresentou. O que você fez?
  • Quem te inspira e por quê?

No modelo pronto de Teste de fit cultural que preparamos, você encontra 20 sugestões de perguntas, indicadas para diferentes perfis a serem avaliados quanto aos seus comportamentos e valores. Faça o download a seguir!

Teste de fit cultural para download [grátis]

Mais do que apenas perguntas, esse modelo automatizado permite selecionar as perguntas de fit cultural mais relevantes para a sua empresa e avaliar os candidatos a partir de uma pontuação sistematizada.

Para usar o teste de fit cultural, basta escolher 10 entre as 20 perguntas listadas, registrar as respostas dos candidatos e classificá-las em:

  • 0 para não combina com a empresa
  • 1 para combina um pouco
  • 2 para combina muito

O teste de fit cultural da Factorial fará todo o resto: calcular a aderência dos candidatos e indicar os talentos que melhor pontuam no teste de fit cultural para a sua empresa. Baixe o modelo gratuitamente a seguir ⬇️

teste fit cultural

5 Benefícios do fit cultural

Avaliar o fit cultural é uma forma objetiva de medir se alguém pode ser uma boa contratação para a sua empresa. A forma como um candidato responde às perguntas de fit cultural através de entrevista revela muito sobre seu perfil comportamental.

Uma cultura organizacional saudável é um poderoso motor do sucesso empresarial. É a chave para o envolvimento, desempenho e produtividade dos empregados. A seguir, listamos os principais benefícios do fit cultural para as empresas.

1. Contratações mais efetivas

A primeira e mais significativa das vantagens está relacionada a uma maior efetividade nas contratações. Encontrar talentos que sejam qualificados para a vaga e que estejam alinhados aos objetivos do negócio é um dos maiores desafios dos profissionais de Recursos Humanos.

Sabemos que acertar na escolha dos candidatos é o grande objetivo de todo o processo seletivo. Todas as ações do RH  têm maior índice de sucesso quando o perfil do colaborador é compatível com o da empresa – incluindo plano de carreira, políticas de benefícios, cargos e salários, onboarding, entre outros.

Por meio dos resultados do teste de fit cultural, analistas podem avaliar características relevantes e entender como elas se alinham ao contexto da organização e às perspectivas de crescimento.

💡 RH estratégico: 15 dicas e ferramentas para colocar em prática

2. Retenção de colaboradores

Considerando que dedicamos quase um terço das nossas vidas ao trabalho, é importante que os colaboradores se sintam felizes e conectados a um propósito profissional. Se essa não for uma preocupação para a empresa, há uma boa chance de essa desconexão se manifestar em dificuldades de retenção de pessoal ou, no mínimo, de absenteísmo no trabalho.

A adequação cultural é o aspecto mais importante para a retenção de colaboradores. Funcionários que não se enquadram bem nas crenças e rituais da sua organização, dificilmente ficarão satisfeitos com os seus empregos e poderão, inclusive, criar um ambiente de trabalho tóxico para outros colegas. Além de serem, obviamente, mais propensos a sair.

💡 Retenção de talentos: 12 estratégias para aplicar nas empresas

exemplo de perguntas teste

3. Redução da taxa de rotatividade

Como consequência de melhores contratações e uma maior retenção dos colaboradores, há naturalmente uma redução da taxa de turnover. Esse índice está relacionado a uma série de impactos negativos na organização. Confira alguns exemplos:

  • Danos e rupturas no clima organizacional da empresa.
  • Riscos de insatisfação entre clientes.
  • Gastos elevados com demissão e recontratação.
  • Dificuldade de encontrar talentos.
  • Falta de capital humano para suprir as demandas da empresa.

Com a avaliação do fit cultural do candidato e a contratação de pessoas que se encaixam melhor na cultura da empresa, o tempo de permanência do profissional tende a ser superior.

Além disso, colaboradores com mais tempo de casa costumam ter um melhor entendimento da evolução do negócio. Assim, eles podem se engajar em projetos mais complexos.

👉Turnover: o que significa e como fazer o cálculo

4. Integração das equipes

Em última instância, a retenção de colaboradores com maior histórico profissional na empresa contribue para a maturidade e integração das equipes.

Além disso, uma equipe que trabalha em conjunto e é orientada pelos mesmos comportamentos e crenças naturalmente estará melhor alinhada. Diferenças pessoais e profissionais se tornam muito mais fáceis de resolver quando os funcionários se comprometem com valores semelhantes.

O cuidado com o fit cultural também é importante para a contratação da liderança nas equipes. Por exemplo, um candidato que tenha um estilo de liderança autoritário pode não ser a melhor opção de gestão para uma equipe onde os empregados trabalham melhor independentemente.

👉Integração na empresa: 8 dicas práticas para acolher novos colaboradores

5. Aumento do desempenho e produtividade

Por último, mas não menos importante, a contratação de candidatos com um teste de fit cultural pode levar a um maior desempenho e melhores índices de produtividade. Quando os colaboradores se encontram num ambiente que satisfaz as suas necessidades emocionais e sociais, eles naturalmente investem mais em seu trabalho.

Por isso, incorporar o fit cultural no processo de recrutamento e seleção possibilita, a longo prazo, montar equipes de alto desempenho que entregam resultados excepcionais.

👉Indicadores de Desempenho: Veja exemplos e saiba como usá-los

Como otimizar os processos de R&S com um software de RH?

Planilhas são uma ótima forma de sistematizar e organizar informações. Porém, seu processo de recrutamento e seleção pode ir ainda mais longe!  É cada vez mais importante contar com a tecnologia para agilizar as tarefas do RH.

No caso do setor de recrutamento e seleção, utiliza-se principalmente os softwares ATS, uma sigla que tem origem no termo em inglês Applicant Tracking System ou, em português, “Sistema de Rastreamento de Candidatos”.

Uma das principais funções dos softwares ATS é a capacidade de centralizar e organizar todas as informações necessárias para fazer uma avaliação completa dos candidatos. Depois, é só cruzar os dados no sistema, melhorando a eficiência do processo de recrutamento e seleção da empresa.

Confira os recursos disponíveis no software ATS da Factorial:

  • Criar um portal de carreiras exclusivo para a sua empresa
  • Personalizar ofertas de emprego, formulários e etapas dos processos seletivos
  • Compartilhar e divulgar as vagas no LinkedIn
  • Organizar os documentos e dados dos candidatos em um único sistema
  • Visualizar o calendário das equipes para agendamento das entrevistas
  • Enviar feedbacks automaticamente
  • Criar relatórios com as principais métricas de RH
  • Teste todos os recursos na prática!

Estas ferramentas são capazes de otimizar o tempo do RH e aumentar as chances de seleção do candidato ideal para as vagas da empresa. O software de RH da Factorial inclui ainda diversos recursos de departamento pessoal e gestão de pessoas. E o melhor, é possível testar na prática antes de aderir! Veja em 1 minuto como funciona:

✅ Otimize o recrutamento e seleção na sua empresa com um software de RH: registre-se grátis e experimente a Factorial por 14 dias

 

 

 

Texto escrito por Constance Laux

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Tem alguma dúvida ou sugestão? Compartilhe com HR Community!

Deixe a timidez de lado e pergunte na comunidade feita por e para todos os profissionais de RH!