Ir para o conteúdo

Soft Skills: 10 Exemplos e Plano de desenvolvimento

As soft skills incluem um conjunto de habilidades cada vez mais valorizadas no mercado de trabalho. Neste artigo, destacamos 10 exemplos de soft skills, como desenvolvê-las e qual a importância destas habilidades em diferentes etapas da jornada do colaborador.

Saber definir e detectar as habilidades e competências mais importantes em um cargo é uma das principais tarefas dos profissionais de RH. Neste contexto, as chamadas soft skills têm se destacado não só nos processos seletivos, mas também em muitas outras etapas da jornada do colaborador.

Por isso, compreender a importância dessas qualidades para a empresa é vital em diversos processos de gestão de pessoas. Ao mesmo tempo, é fundamental que os colaboradores conheçam alguns exemplos de soft skills e saibam como desenvolvê-las para benefício próprio.

Confira a seguir a lista das soft skills mais valorizadas no mercado de trabalho atualmente, com exemplos práticos e dicas sobre como desenvolvê-las!

O que são soft skills?

Antes de conhecer exemplos de soft skills, é importante começar do básico. Muitas pessoas ainda não sabem o significado de soft skills nem o porquê de serem tão importantes para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Anos atrás, as habilidades técnicas e a qualificação acadêmica eram o foco principal para avaliar um bom candidato em um processo seletivo ou um bom profissional em uma avaliação de desempenho.

No entanto, com o passar do tempo, as empresas começaram a perceber que é difícil avaliar um profissional apenas por suas realizações ou qualificações. O que muitos perceberam foi que, para que uma pessoa se adeque aos valores e cultura da empresa e tenha um bom desenvolvimento, mais aspectos deveriam ser valorizados, como as soft skills.

Mas afinal, o que significa soft skills?

recrutamento onboarding factorial

Significado de soft skills

Para entender o significado de soft skills, basta ir à tradução literal do termo. Em português, as habilidades comportamentais, que incluem as habilidades interpessoais, sociais e psicológicas de uma pessoa,  traduzem justamente o que são as soft skills.

Quando falamos de soft skills nos referimos àquelas qualidades pessoais que estão relacionadas à perspectiva emocional e social de uma pessoa. Essas habilidades são desenvolvidas ao longo da vida de cada um. Elas refletem seus valores, caráter, perfil comportamental e modo como lida com diferentes situações no dia a dia.

Diferenças entre Soft skills e Hard skills

Uma das questões que mais surgem é sobre qual é a diferença entre soft skills e hard skills. Afinal, quais as diferenças entre estes tipos de habilidades e qual a importância de cada uma delas para o colaborador? De forma resumida, podemos definir as soft skills e hard skills da seguinte forma:

  • Hard Skills. Habilidades técnicas e intelectuais. São os conhecimentos específicos que o colaborador precisa ter para fazer um trabalho, normalmente aprendidos ao longo de um determinado período de tempo por meio de treinamentos, cursos, certificações e educaçao corporativa. As hard skills são habilidades tipicamente quantificáveis e podem ser facilmente definidas e avaliadas.
  • Soft skills. As soft skills, por outro lado, são habilidades interpessoais e comportamentais, conforme vimos anteriormente. Estas são muito mais difíceis de definir e avaliar e incluem a capacidade de se comunicar, escutar e ter empatia no dia a dia, por exemplo.

Sendo assim, a principal diferença das soft skills e das hard skills está na forma como foram adquiridas. Enquanto as soft skills são desenvolvidas nas experiências vividas por uma pessoa ao longo da vida, as hard skills são adquiridas em algum contexto de aprendizado, por meio de uma decisão do indivíduo.

Outra diferença entre as soft skills e as hard skills é que, enquanto as hard skills podem ser testadas e medidas, as soft skills são intangíveis e difíceis de quantificar. Veja a seguir um exemplo que mostra exatamente a diferença entre os dois conceitos. 

Exemplo de hard skill e soft skill: No caso de um profissional de TI, uma hard skills poderia ser a habilidade de programação de computadores, enquanto uma soft skill poderia ser a capacidade de trabalhar sob pressão.

💡Avaliação por competências: Exemplos e Modelo pronto

Importância das soft skills para empresa e colaboradores

Saber o que são soft skills, conhecer exemplos e entender como desenvolvê-las é fundamental. Mais do que nunca, essas habilidades são as mais valorizadas no mercado de trabalho, e a busca por profissionais que as tenham cresce cada vez mais.

 Para a empresa, ter este conhecimento ajuda em diversas etapas da jornada do colaborador, agilizando processos e otimizando o desempenho geral das equipes.

Já para os colaboradores, identificar quais são suas soft skills e quais ainda precisam desenvolver é o primeiro passo para uma vida profissional de sucesso.

Veja a seguir a importância das soft skills em diferentes etapas da jornada do colaborador:

No Processo seletivo

Encontrar colaboradores com o perfil comportamental ideal para a empresa é sempre um desafio. Por isso, no processo de recrutamento e seleção, ter como base as soft skills é uma ótima forma de selecionar os melhores candidatos.

Por exemplo, podemos ter um candidato com um currículo impecável e habilidades técnicas bem desenvolvidas, mas se ele não for capaz de se comunicar, lidar com situações de crise  e entender o que a equipe precisa, pode não ser a pessoa que sua empresa busca. Sendo assim, entender se o candidato possui as soft skills ideais é essencial no processo seletivo.

Como fazer isso? Defina as principais habilidades e competências para cada vaga, e compare com a análise comportamental dos candidatos. Algumas ferramentas podem ajudar, como a matriz de competências e a entrevista comportamental. Confira a seguir dois modelos prontos para serem aplicados:

⬇️ Matriz de competências ⬇️

matriz de competencias

⬇️ Teste de entrevista comportamental ⬇️

teste para entrevista comportamental

Nos Planos de carreira

Uma razão pela qual as soft skills são tão valorizadas é que elas ajudam a facilitar as conexões humanas. Isso é fundamental para construir relacionamentos, ganhar visibilidade e criar mais oportunidades para avançar nos planos de carreira. 

Além disso, habilidades comportamentais bem desenvolvidas podem fazer com que o colaborador tome decisões corretas em momentos de crise, lide com situações de estresse de uma maneira mais assertiva e saiba identificar como melhorar sua própria performance.

Basicamente, um funcionário pode ser o melhor no que faz , mas se não destacar suas soft skills, estará limitando suas chances de sucesso profissional.

👉 Plano de Carreira: Modelo personalizável para download

Na liderança

Diante de tantas transformações e adversidades no mercado de trabalho, os tipos de liderança mais valorizados têm mudado. Isso quer dizer que cada vez mais é importante que os líderes tenham habilidades comportamentais bem desenvolvidas para gerenciar suas equipes da melhor forma.

Na liderança transformacional, em alta nas empresas de sucesso, o gestor busca se conectar à equipe, considerando seus desafios e opiniões, para transformar a realidade e os resultados da área de forma humana e objetiva.

Em resumo, os profissionais em cargos de liderança devem buscar cada vez mais as soft skills para uma gestão de sucesso. Esta é uma das principais razões pelas quais as soft skills são muito mais valorizadas do que as hard skills hoje em dia.

10 exemplos de Soft skills

Agora que você já sabe o que são soft skills, é hora de entender quais são as mais importantes para os profissionais e empresas. A seguir, destacamos os exemplos de soft skills que estão em alta.

Confira a lista das competências mais valorizadas no mercado hoje em dia e veja como desenvolvê-las:

1. Comunicação

A comunicação é um dos exemplos de soft skills mais importantes. Saber se comunicar de forma assertiva e eficaz é uma habilidade que muitos profissionais ainda estão desenvolvendo.

Comunicadores de sucesso podem ajustar seu tom e estilo de acordo com seu público, entender e agir de forma eficiente ao trabalhar em equipe e explicar problemas complexos para colegas e clientes.

Uma habilidade de comunicação importante que é muitas vezes esquecida é a escuta ativa. Seja lidando com uma reclamação de cliente ou trabalhando com colegas, a escuta ativa transforma os resultados da empresa e faz com que todos da equipe se desenvolvam em conjunto.

💡 Comunicação interna: Ferramenta para eventos, grupos e comunicados

2. Liderança

Nesta lista, a liderança é uma das que deve estar no topo. Esta é uma habilidade que pode existir mesmo que uma pessoa não esteja à frente de uma equipe. Aqueles com fortes habilidades de liderança terão a capacidade de inspirar outras pessoas e guiar os colegas de trabalho para o caminho certo.

Ter um perfil de liderança engloba algumas outras soft skills:

  • Atitude positiva.
  • A capacidade de tomar decisões rápidas e eficazes.
  • Habilidades exemplares de resolução de problemas ou gestão de conflitos.
  • A capacidade de comunicar de forma eficaz.
  • Uma aptidão tanto para a automotivação, quanto para motivar os outros.

3. Inteligência emocional

A capacidade de avaliar e gerenciar as próprias emoções, assim como construir relacionamentos profissionais significativos, é uma das habilidades mais importantes que os líderes de sucesso possuem.  Por isso, essa é uma das soft skills mais exigidas pelas empresas.

Os líderes causam impacto não apenas com seus conhecimentos e experiência, mas também pela forma como reagem e lidam com as diferentes situações no dia a dia, tendo a inteligência emocional necessária para superar os desafios.

soft skills exemplos

4. Resolução de problemas e soft skills

Os colaboradores devem demonstrar como se adaptam, resolvem pequenos problemas e colaboram com outras pessoas para desenvolver soluções para questões inesperadas.

A resolução de conflitos depende de fortes habilidades interpessoais e da capacidade de construir relacionamento com colegas e clientes. Além disso, está diretamente relacionada à inteligência emocional.

5. Capacidade de trabalhar sob pressão

Muitos cargos envolvem atividades com prazos exigentes e, às vezes, altos riscos. Os recrutadores valorizam os candidatos que demonstram uma atitude decisiva, uma capacidade inabalável de pensar com clareza e lidar com a pressão em situações de estresse.

6. Adaptabilidade e Flexibilidade

Atualmente vivemos em uma era digital , onde as mudanças tecnológicas impactam nossas vidas e carreiras profissionais. Por esta razão, a adaptabilidade e a flexibilidade tornaram-se habilidades comportamentais muito valorizadas nas empresas.

A flexibilidade demonstra a capacidade e a vontade de aceitar novas tarefas e novos desafios com calma e sem complicações. Funcionários flexíveis estão dispostos a ajudar quando necessário, assumem responsabilidades adicionais e podem se adaptar rapidamente quando os planos mudam.

👉Plano de Desenvolvimento Individual: Modelo personalizável para download

7. Resiliência

Quando falamos de resiliência nos referimos à capacidade humana de assumir com flexibilidade situações difíceis e superá-las. Em termos psicológicos, a resiliência nos permite enfrentar situações de crise e sair delas mais fortes. Esse é um exemplo de soft skill muito valorizada, mas difícil de ser desenvolvida.

As pessoas resilientes não são apenas capazes de  superar as adversidades. Mas além disso, também usam essas situações para crescer  e desenvolver todo o seu potencial. Para estes profissionais, não importa o que aconteça, sempre há algo a aprender com cada situação.

8. Orientação para resultados

Em um momento em que o trabalho híbrido está em alta, a forma como os gestores avaliam seus funcionários também muda. Hoje, a performance dos colaboradores passa cada vez mais pela avaliação do que está sendo entregue e menos pelo controle das horas de trabalho de cada um.

Isso quer dizer que o profissional voltado para a entrega de bons resultados e para a qualidade de suas entregas, será cada vez mais valorizado pelo mercado de trabalho.

👉 Metodologia OKR: Software para monitorar os objetivos

9. Iniciativa

Muitos colaboradores ficam em uma zona de conforto onde o objetivo é sempre entregar apenas aquilo que é solicitado. Muitas vezes, não buscam novas formas de otimizar os processos da área e trazer melhores resultados para a empresa. Por isso, a curiosidade de aprender e ir além é um dos exemplos de soft skills que deve ser priorizada pelos colaboradores.

Não importa quão júnior seja a posição, aprender a fazer recomendações mostra interesse e abre portas. Ter a iniciativa de dar sugestões sobre os próximos passos e decisões é, portanto, um dos exemplos de soft skills mais conhecido.

workshop soft skills

10. Curiosidade

Todos os colaboradores estão em uma curva de aprendizado íngreme. Aprender sobre o trabalho, a empresa e a indústria é seu ganha-pão. É por isso que um exemplo de soft skill importante é ser curioso e aprender o máximo que puder. Dessa forma, é possível ter um desempenho eficaz e se destacar na equipe.

Software para gestão de pessoas: Recursos e ferramentas

Os exemplos de soft skills mais importantes que seus funcionários devem ter  é essencial para ajudar os profissionais de RH em diversas etapas da jornada do colaborador.  No entanto, contar com ferramentas e tecnologias que centralizem os processos e agilizem a execução do plano de ação é fundamental.

Existem vários etapas ao executar um processo de seleção: postar vagas, organizar candidatos, estabelecer um pool de talentos, receber inscrições. Além de responder aos candidatos, realizar entrevistas, avaliá-los, etc. Mas não precisa ser assim!

Com um sistema ATS como o da Factorial, você pode digitalizar e centralizar seus processo de Recrutamento e Seleção. É possível solicitar um período de teste gratuito para experimentar mais de 20 recursos disponíveis na prática, como:

  • Plataforma de Recrutamento e seleção.
  • Feedback automático para os candidatos.
  • Portal do colaborador integrado.
  • Relatórios de RH.
  • Objetivos OKR
  • Controle de ponto eletrônico.
  • Avaliações de desempenho.
  • E mais!

Experimente gratuitamente o software de Recursos Humanos e veja como funciona!

Este artigo também está disponível em: Español, Portugal, Mexican

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário