Ir para o conteúdo
big data

Big Data e Recursos Humanos: Aplicações e ferramentas

O Big Data está em todos os lados. Seja qual for o seu negócio ou departamento, este é um conceito que precisa ser entendido de uma vez por todas para garantir o sucesso organizacional. Neste artigo, explicamos o que é Big Data, como aplicá-lo nas empresas e de que forma ele ajuda na área de Recursos Humanos.

Em um mundo em constante transformação digital, as empresas sabem o grande potencial do Big Data, mas ainda há muita gente que não sabe como aplicar e aproveitar os benefícios da análise e tratamento de dados para as organizações.

O mercado vê cada vez mais a necessidade de armazenar e trabalhar com dados, em todos os setores e departamentos. Na área de RH não é diferente, e o Big Data ganha destaque em todos os processos de gestão de pessoas, ajudando na tomada de decisões e no aumento da produtividade das equipes.

A seguir, explicaremos o que é Big Data e como aplicá-lo especificamente no departamento de Recursos Humanos. Confira dicas, ferramentas e estratégias ao longo do artigo e inscreva-se no curso de Big Data exclusivo preparado pelo professor de MBA Galo Lopez.

Índice

performance

O que é Big Data?

Ser uma empresa Data Driven significa ter todas as decisões organizacionais baseadas na análise de dados reais. Esta é uma forma de garantir o sucesso de cada decisão, mudança ou processo da empresa tendo uma base confiável e mensurável de informações.

Para isso, saber o que é Big Data é essencial. Afinal, este termo que está tão em alta no momento pode ser difícil de entender e ainda mais complicado de aplicar. Em resumo podemos explicar o que é Big Data da seguinte forma:

Conjunto de dados que são coletados, tratados e interpretados com o objetivo de orientar as decisões organizacionais e fundamentar a transformação organizacional em qualquer setor ou departamento.

Além de orientar a empresa em novas atividades, o Big Data possibilita a comparação periódica de alguns projetos ou atividades específicas. Isso porque ele permite que sejam definidas métricas capazes de demonstrar a eficácia de cada iniciativa ao longo do tempo.

Os procedimentos usados ​​para encontrar padrões repetitivos nesses dados são mais sofisticados e requerem softwares especializados. Sendo assim, o Big Data analytics é um termo que se refere a conjuntos de dados tão grandes e complexos, que aplicativos não tradicionais para processamento de dados são necessários para tratá-los adequadamente. Veja a seguir alguns exemplos de Big Data.

Exemplos de aplicação do Big Data nas empresas

Agora que você já sabe o que é Big Data, é importante saber como funciona na prática no dia a dia das empresas. Sabemos que este conceito consiste em analisar dados, mas para quê exatamente? Veja a seguir alguns exemplos de Big Data e algumas áreas onde ele é usado.

1. Marketing e Vendas: Conhecimento e segmentação de clientes

Os dados obtidos com os clientes são utilizados para conhecê-los melhor e compreender seus comportamentos e preferências. As empresas estendem os dados obtidos de fontes tradicionais com análises de texto, redes sociais, registros de navegação e dados de sensores.

Embora esta aplicação seja mais típica das áreas de marketing e vendas, preste atenção aos departamentos de Recursos Humanos, pois todo o pessoal deve estar orientado para o cliente.

2. Saúde Pública

Na Saúde Pública, o Big Data é usado em muitas atividades. Uma delas é a codificação do material genético. Quanto mais pessoas participarem, mais saberemos sobre nossos ancestrais, sobre os alimentos mais adequados para o nosso corpo e como ou por que certos genes levam a doenças.

Além disso, é dessa forma que a necessidade de criar campanhas de vacinação ou de prevenção de doenças são detectadas, por exemplo.

3. Otimização do desempenho de máquinas e outros dispositivos

O Big Data Analytics está diretamente ligado à capacidade de máquinas e outros dispositivos de ficarem mais inteligentes.  A “inteligência das coisas” é uma realidade que veio pra ficar e está em crescimento em todo o mundo. Trata-se da convergência de diversas tecnologias, capazes de trabalhar em conjunto e de forma autônoma.

4. Gestão de pessoas

Mais conhecido no mundo do RH como People Analytics, o Big Data funciona tão bem na gestão de pessoas quanto em outras áreas de uma empresa. Seja nas atividades de Recursos Humanos ou do Departamento Pessoal, a análise de dados é fundamental para detectar necessidades e apontar melhorias.

Aqui, o foco são os colaboradores da organização, e por isso as métricas podem variar bastante. Além disso, as ferramentas de Big Data que são utilizadas no RH envolvem também sistemas utilizados pelos próprios funcionários.

ebook people analytics

Big Data para RH

Na área de Recursos Humanos, o Big Data pode ser aplicado em diferentes fases da jornada do colaborador. Desde o processo de recrutamento e seleção, até o offboarding, a coleta e análise de dados é essencial para que cada uma destas etapas seja planejada e executada da melhor forma possível.

Tendo em mente a experiência do colaborador e o cumprimento dos objetivos individuais e organizacionais, uma estratégia de Big Data para o RH é o que vai orientar cada tarefa dos profissionais de Recursos Humanos.

Como o Big Data ajuda o RH? Veja alguns exemplos:

  • Analisar a performance dos colaboradores
  • Definir competências
  • Guiar os planos de treinamento e desenvolvimento
  • Identificar problemas de produtividade
  • Monitorar taxas de turnover
  • Comparar objetivos
  • Orientar processos de recrutamento e seleção

👉 Indicadores de desempenho: Veja exemplos e saiba como usá-los [+ Modelo de questionário]

[Workshop] Big Data para RH: Tendências e Desafios

Se você busca se especializar no tema, buscar um curso de Big Data ou um workshop que te ajude a entender este conceito na prática. Veja a seguir uma opção gratuita e 100% prática!

Neste workshop, o especialista e professor de MBA Galo Lopez mostra como funciona o Big Data nas empresas e, principalmente, na gestão de RH. Com exemplos  e cases reais, ele explica como a análise de dados pode ser usada no dia a dia e qual a importância desta prática.

📝Principais pontos que serão abordados no workshop:

  • A Era do Big Data
  • O Novo normal e o mundo VUCA
  • Data Driven e People Analytics
  • People Analytics: primeiros passos
  • Cases reais
  • Tendências e desafios

Assista o workshop completo abaixo!

curso big data

Benefícios e aplicações do Big Data no departamento de Recursos Humanos

Hoje os benefícios do Big Data são mais do que claros para todos e é por isso que os departamentos de Recursos Humanos costumam utilizar softwares especializados que ajudam a gerenciar e interpretar todo o volume de dados.

Deixamos para vocês alguns dos benefícios do Big Data para a área de Recursos Humanos:

1. Otimização dos processos de seleção de pessoal

Nos processos de recrutamento e seleção de candidatos , são usados ​​muitos dados que devem ser adequadamente selecionados e recuperados. Todas as informações pessoais e profissionais dos candidatos devem ser digitalizadas para economizar tempo e garantir a seleção dos melhores talentos.

👉 Sistema ATS para Recrutamento e seleção: Teste na prática!

2. Acesso à informação

O software de gestão de recursos humanos tem a vantagem de reduzir o tempo necessário para a coleta de informações. Esta informação pode ser preenchida nas plataformas pelos próprios colaboradores e a área de Recursos Humanos pode utilizá-la para o que precisar.

Todos esses dados ajudam a criar um catálogo de vagas e a centralizar documentos pessoais e profissionais de cada colaborador em um mesmo sistema.

A possibilidade de os próprios funcionários poderem colocar os seus dados no software também os motiva, porque mostra a confiança que a empresa tem neles. Os chefes dos departamentos também podem acessar esses dados, que são usados ​​para dar feedback aos funcionários.

3. Avaliação de desempenho

Para grandes empresas, a avaliação de desempenho é difícil devido ao número de trabalhadores existentes. Usando o software certo, os pontos fortes e fracos dos funcionários são analisados, estatísticas são criadas, o feedback é enviado e metas são definidas para os funcionários.

Além disso, com o Big Data, o desempenho do colaborador pode ser comparado em diferentes períodos ou até com o desempenho dos colegas de equipe.

👉Matriz de Competências: Modelo em Excel para mapear as competências dos colaboradores

4. People Analytics

Ter dados de todas as pessoas da empresa é essencial para a tomada de decisões que afetam a organização. Graças aos dados coletados, os resultados serão interpretados e as decisões serão tomadas sobre gestão de talentos, atração de talentos e vendas.

big data recursos humanos

5. Criação de planos de T&D personalizados

A formação ao longo da vida profissional é essencial para enfrentar qualquer desafio. No entanto, muitos planos de treinamento e desenvolvimento convencionais não motivam os colaboradores. Às vezes, por conta da metodologia adotada, outras vezes é porque não há aplicação prática.

O estudo do Big Data Analytics pode ajudar a detectar as principais necessidades dos colaboradores e orientar o desenvolvimento de planos de T&D mais assertivos.

[Ebook📚] Treinamento e Desenvolvimento: Guia Completo

6. Gestão de objetivos

Outro processo em que a análise de dados é fundamental é na gestão de objetivos. Quando um objetivo é determinado, é importante utilizar métricas e dados para monitorar, por exemplo, o tempo para atingir o objetivo. Dessa forma, será possível determinar objetivos individuais e empresariais cada vez mais realistas.

👉 Modelo para Gestão de objetivos: Metodologia OKR

Software de Big Data para RH: Recursos

Se você pesquisar no Google por ferramentas de Big Data, encontrará algumas das mais clássicas. Mas se você gerencia um departamento de Recursos Humanos, será muito mais útil poder analisar os dados com uma ferramenta de Big Data especializada em Recursos Humanos.

É essa importância de se ter um software adequado, capaz de centralizar e analisar dados especificamente relacionados aos processos de gestão de pessoas.

Uma destas opções é o software de Recursos Humanos da Factorial, que armazena tanto dados pessoais de cada colaborador quanto dados relacionados a outros aspectos do dia a dia do trabalho, como: Férias, ausências, controle de frequência, recrutamento de funcionários e o organograma da empresa.

Este software pode ser testado na prática sem custos e possui recursos como: 

  • Relatórios personalizados com dados de colaboradores ou equipe
  • Organograma da empresa atualizado automaticamente
  • Cálculo de indicadores de RH em um painel totalmente personalizável.
  • Relatórios de ausências da empresa
  • Centralização de dados e documentos por escritório ou equipe
  • Assinatura digital de documentos

Como você pode ver, todos os dados que o software armazena sobre os colaboradores podem ser transformados em relatórios que em um determinado momento serão usados ​​para tomar as decisões cabíveis.

Quer digitalizar todo o seu departamento de Recursos Humanos e automatizar processos de analise de dados? Registre-se grátis e teste agora cada um dos recursos!

Este artigo também está disponível em: Español

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário