Ir para o conteúdo
perfil comportamental

Perfil Comportamental: O que é e como aplicar a metodologia DISC

Saiba o que é perfil comportamental, quais tipos existem e como utilizar estas classificações na gestão de talentos da empresa. Além disso, descrevemos as características de cada perfil comportamental para que você saiba exatamente em qual você se encaixa. Leia o artigo completo a seguir. 

Cada pessoa possui características e vivências únicas. Por isso, considerar a individualidade dos colaboradores é fundamental para um ambiente de trabalho diverso, igualitário e inovador. Para isso, conhecer cada tipo de perfil comportamental é algo que ajuda muito na hora de fazer a atração e gestão de talentos nas empresas.

Muito utilizado por profissionais de RH em processos de recrutamento e seleção, a análise de Perfil Comportamental é uma forma de identificar atitudes e comportamentos predominantes dos candidatos. Mapear como cada perfil se comporta ajuda a entender se a pessoa tem “fit” com a posição, além de orientar os planos de treinamento e desenvolvimento de cada novo colaborador.

Ficou interessado em saber mais sobre os perfis comportamentais? Continue a leitura deste post e entenda como se comporta cada Perfil Comportamental.

recrutamento onboarding factorial

Perfil Comportamental: História e origem

Antes de saber o que é perfil comportamental, é importante entender como estas classificações surgiram.

William Marston, em 1928, desenvolveu uma teoria sobre o comportamento humano construída a partir de 2 eixos:

  • Eixo vertical: Indivíduo classificado por ter uma atenção passiva ou ativa
  • Eixo horizontal: Indivíduo classificado pela forma com que ele nota o ambiente sendo (favorável ou antagonista)

Esse modelo, denominado como Modelo DISC, classifica o comportamento das pessoas em quatro setores, relacionando essa atenção/interação e a forma com que percebe o ambiente.

Para entender melhor esse conceito é interessante entender de qual forma esses fatores se relacionam para a construção dos setores:

perfil comportamental disc

No eixo vertical temos a forma pela qual a pessoa recebe e processa fisiologicamente os estímulos externos. Quanto mais acima da linha roxa, mais a pessoa processa de forma rápida as informações para gerar uma ação com maior prontidão. Já mais abaixo desta linha, há uma necessidade de observar todos os estímulos para realizar a ação. Em resumo, há uma separação entre pessoas mais extrovertidas (acima da linha) e introvertidas (abaixo da linha).

O eixo horizontal estabelece a forma que o cérebro processa as informações para determinar a ação que será realizada. Quanto mais à direita da linha meridional o indivíduo está, mais ele considera o impacto que suas decisões irão causar para o ambiente o qual está inserido. Por outro lado, quanto mais à esquerda da linha central, mais o indivíduo tem suas decisões baseadas no resultado final, independente do impacto que irá gerar ao ambiente.

Metodologia DISC

Antes de denominarmos cada um dos tipos de perfil comportamental DISC, podemos entender como que cada uma das linhas se relaciona observando os setores:

  • Pessoas proativas que mantém sua produtividade em ambientes antagônicos. Isto é, o ambiente/pessoas não influenciam em sua produtividade;
  • Pessoas proativas que tem sua produtividade relacionada a ambientes favoráveis. Isto é, a produtividade está ligada completamente a receptividade do ambiente;
  • Pessoas passivas que tem sua produtividade relacionada a ambientes favoráveis. Isto é, sua produtividade é feita de forma colaborativa e o ambiente afeta diretamente a sua tomada de decisão;
  • Pessoas passivas que mantém sua produtividade em ambientes antagônicos. Isto é, após receber todas as informações realiza a tarefa independente da receptividade ambiente o qual está inserido.

Observando como cada um dos eixos se relaciona, Marston denominou cada um dos setores como:

  1. DOMINÂNCIA
  2. INFLUÊNCIA
  3. ESTABILIDADE
  4. CONFORMIDADE

Esta metodologia deu origem ao modelo de perfil comportamental DISC. Para ficar mais simples de entender, destacamos a seguir os comportamentos de cada tipo de perfil, para que serve este modelo e como aplicá-lo na prática.

O que é o Perfil Comportamental DISC?

Antes de aprender sobre o Perfil Comportamental DISC é importante saber que não há um perfil melhor do que o outro. E, também, que todos temos os quatro perfis comportamentais em nós. Entretanto, as pessoas têm um ou dois perfis em que as tendências de comportamento aparecem com mais frequência.

E, já que a tradução literal não transmite a ideia clara do que cada perfil representa, foi realizada uma adequação. Sendo assim trabalhamos com as seguintes nomenclaturas para o modelo DISC:

  1. EXECUTOR – DOMINÂNCIA
  2. COMUNICADOR – INFLUÊNCIA
  3. PLANEJADOR – ESTABILIDADE
  4. ANALISTA – CONFORMIDADE

👉Avaliação de Desempenho 360°: Modelo em Excel 

perfil comportamental teste

Para que servem os perfil comportamentais?

Dizer que cada pessoa pensa e reage de forma individual não é novidade para ninguém. Entretanto, alguns comportamentos são comuns entre as pessoas. Pensando nisso, muitos teóricos procuraram agrupar comportamentos comuns, para definir perfis comportamentais que pudessem se consolidar em grupos.  Analisando traços e características para prever tendências de comportamento.

O estudo de perfis comportamentais, como vemos hoje, teve sua origem no final da década de 1920 e serviu de base para o conhecido teste paleográfico. O famoso teste da mentira, visto em filmes policiais e utilizado em investigação, no ambiente forense/policial (no mundo real). Mas, como citamos anteriormente, é muito utilizado em processos seletivos.

Entender os perfis comportamentais permite com que tenhamos maior empatia durante a gestão efetiva dos times. Sabendo disso, podemos entender as características e limitações de cada uma das pessoas, buscando extrair e desenvolver ao máximo o potencial dos colaboradores, além de incentivar a motivação geral.

De um modo geral, todos nós temos os 4 Perfis Comportamentais e alternamos entre eles durante o nosso dia a dia, de acordo com as tarefas que realizamos. Entretanto temos um ou dois que temos maior preferência e que utilizamos com maior frequência. E, estes perfis, chamamos de perfis dominantes.

matriz de competencias modelo

Tipos de Perfil Comportamental

É importante entender que os perfis não indicam a capacidade de uma pessoas realizar um tipo de tarefa. Tanto o COMUNICADOR, o PLANEJADOR, o ANALISTA e o EXECUTOR, são capazes de realizar as tarefas. No entanto, cada um dos perfis irá executá-la de formas diferentes.

É importante pontuar que estas são avaliações generalistas, e que cada pessoa pode ter comportamentos e características variadas.

Veja a seguir os tipos de perfis comportamentais:

1) Perfil comportamental Executor

O perfil comportamental Executor tem duas características principais: ele é orientado por resultados e gosta de fazer as coisas de forma rápida. Geralmente é motivado por desafios, e realizar as tarefas de forma eficaz faz com que ele seja reconhecido como um líder.

Quem é o Executor no escritório:

Responde e-mails assim que os recebe, marca reuniões para resolver projetos pendentes e possui documentos para acompanhar seus objetivos 🔁

2) Perfil comportamental Comunicador

O perfil comportamental Comunicador possui duas características principais: é orientado pelos relacionamentos e gosta de fazer as coisas de forma diferente. Geralmente gosta de estar em novos projetos e tem facilidade de se relacionar.

Quem é o Comunicador no Escritório:

Vai para a copa tomar um café, oferece ajuda aos colegas de trabalho,  sempre tem uma nova história/piada para contar e propõe atividades de integração.

3) Perfil comportamental Planejador

O perfil comportamental Planejador tem duas características principais: é orientado pela colaboração e gosta de segurança. Geralmente faz as coisas em um ritmo constante e é paciente com as outras pessoas à sua volta.

Quem é o Planejador no Escritório:

Considera opções que atendam a todos e faz listas para acompanhar o andamento de suas atividades.

tipos de perfil no trabalho

4) Perfil comportamental Analista

O perfil comportamental Analista tem duas características principais: é orientado pela exatidão e tem altos padrões de exigência. Geralmente faz as coisas com muita cautela e toma suas decisões após olhar todas as informações.

Quem é o Analista no Escritório:

Olha para cada detalhe ao entregar um relatório e tem a mesa mais organizada.

👉Teste de motivação no trabalho: Modelo pronto para download

Pontos Fortes e pontos a desenvolver de cada tipo de Perfil Comportamental

Agora que você já entendeu as características principais de cada tipo de perfil comportamental, precisamos falar sobre os pontos fortes e a desenvolver de cada um dos perfis comportamentais DISC.

Entender isso é extremamente valioso para sabermos em quais tipos de atividades cada perfil se destaca e também para compreender como incentivar o desenvolvimento de cada colaborador na empresa. Veja a seguir.

Perfil Executor

Pontos Fortes Pontos a Desenvolver
Não tem medo de assumir riscos e enfrentar desafios Não aceita perder em competições
Possui uma grande disposição para agir Apenas o seu jeito é o correto
Demonstra determinação e resiliência Pode ser considerado arrogante
Tem foco nas tarefas e as executa rápido Tem dificuldade em terminar as tarefas que inicia
Possui raciocínio lógico Individualista
Tem vocação para liderar O resultado é mais importante que pessoas
Suas ações e decisões tem foco em resultados concretos e tangíveis Precisa ter o domínio da situação e pode se tornar um tirano
Possui grande prontidão para solucionar problemas Executam antes de analisar as possibilidades

Perfil Comunicador

Pontos Fortes Pontos a Desenvolver
Gosta de fazer as coisas de forma diferente e, muitas vezes, do seu jeito Suas ideias podem não ter aplicação concreta
Tem facilidade para fazer amigos Podem ser expansivos demais
Empolgação com novos projetos Tendem a não concluir suas ideias, pois uma nova sempre lhe desperta maior interesse
Comunicativo Dificuldade de apontar melhorias por medo de ofender o outro
Facilidade em realizar apresentações e conquistar atenção dos espectadores Não foca em assuntos que não são do seu interesse
Empatia Necessidade de controle externo
Gosta de trabalhar em equipe Dificuldade em se organizar
Gosta de desafios Falta de atenção aos detalhes

Perfil Planejador

Pontos Fortes Pontos a Desenvolver
Busca estabilidade Dificuldade em lidar com mudanças
Gosta de servir Comportamentos muito comedidos
É paciente Demora em cumprir prazos
Gosta de rotinas e é disciplinado Podem ser pessimistas
Tem boa memória Se preocupam demais
Desenvolve um plano antes de executá-lo Dificuldade em executar tarefas sem antes estabelecer processos
Observa o ambiente a sua volta para determinar suas ações São avessos a riscos
É motivado por pessoas Necessita de reconhecimento constante

testes recrutamento selecao pessoal

Perfil Analista

Pontos Fortes Pontos a Desenvolver
Buscam precisão nas tarefas executadas Podem demorar para executar tarefas
São pessoas confiáveis São altamente autocríticos
Procuram pensar antes de agir Podem se fechar sob pressão
Gostam de regras Resistentes à mudança
Mais reservados Tendências de isolamento social
Buscam segurança Meticulosos
São especialistas no que fazem Dificuldade em confiar nas pessoas

Perfil Comportamental DISC e Gestão de pessoas?

Agora que você entendeu o que é perfil comportamental DISC, como cada tipo funciona e os pontos fortes e de atenção de cada um, vamos explicar como esse conhecimento pode contribuir para uma gestão de pessoas efetiva.

Cada pessoa tem necessidades, experiências e comportamentos diferentes. E não há nada mais desigual do que tratar pessoas diferentes de forma igual.

Mas afinal, o que fazer com os resultados dos testes de perfil comportamental?

  1. Feedback: Sabendo mais sobre cada perfil, fica mais fácil dar feedbacks constantes para seus colaboradores de acordo com suas expectativas e necessidades. Isso faz com que todos estejam na “mesma página”.
  2. Cultura organizacional: Conhecendo o “DNA” da empresa, o RH consegue perceber quais são as fraquezas e os pontos fortes da cultura da empresa. Com isso, é possível saber onde é importante concentrar os esforços de gestão e mudança organizacional.
  3. Plano de Carreira: Com mais informações sobre o perfil de um colaborador, é possível ter um plano de carreira mais eficaz e realista.
  4. Gestão de talentos: Ao conhecer o perfil ideal para a organização ou para uma área específica, mapear o perfil dos candidatos e personalizar a estratégia de talent acquisition fica mais fácil.

Software de RH para Gestão de Pessoas

Para dar feedbacks, realizar pesquisas de clima e entender melhor as necessidades dos seus times, é importante contar com ferramentas que ajudem neste processo.  Uma ferramenta de gestão de RH que pode ser utilizada para otimizar as atividades diárias e motivar os colaboradores é o software de Recursos Humanos da Factorial.

Além de poder testar os recursos por 14 dias sem custos, é possível:

  • Criar pesquisas e avaliações de desempenho no próprio sistema
  • Extrair relatórios com os resultados
  • Fazer a gestão das férias e ausências
  • Utilizar um sistema de Recrutamento e seleção personalizado
  • Monitorar horas de trabalho e a performance dos funcionários
  • E muito mais!

Agora que você já sabe como os Perfis Comportamentais podem ajudar na sua gestão de time, que tal experimentar a ferramenta para colocar o que você aprendeu na prática?

Registre-se para testar na prática todos os recursos do Software de RH da Factorial e apresentar uma solução inovadora para a sua empresa!

 

Texto escrito por Felipe Leão

Este artigo também está disponível em: Português PT

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário