Ir para o conteúdo

Planilha para calcular horas trabalhadas e faturamento no Excel

planilha-calcular-horas-trabalhadas-faturamento

Nem sempre todos os colaboradores recebem um valor fixo por mês, muitos deles trabalhar por hora. Por isso, calcular as horas trabalhadas é essencial para saber qual o pagamento correto que deve ser dado ao colaborador ao fim da sua jornada mensal. No entanto, também é essencial conhecer todas as regras trabalhistas por trás desse tipo de contrato.

Sendo assim, um dos temas mais importantes para o trabalhador e para os responsáveis de recursos humanos é o monitoramento da jornada de trabalho e das horas extras.Muitos trabalhadores e pequenas e médias empresas tem dúvidas sobre como calcular as horas trabalhadas e o valor das horas extras. Principalmente depois da reforma trabalhista das últimas atualizações do Ministério do Trabalho.

Neste artigo, vamos te mostrar quais são as regras para os contratos por hora de cada funcionário. Sejam elas horas extras semanais ou mensais. Também vamos explicar os conceitos mais importantes sobre a jornada de trabalho segundo a CLT.

Além disso, ao final, deixamos disponível uma planilha para o fazer o controle de horas trabalhadas com o valor total devido ao colaborador. Boa leitura!

Índice

A regulação da jornada de trabalho de acordo com a reforma trabalhista

Segundo o artigo 74, parágrafo 2º, da CLT, “para os estabelecimentos de mais de vinte trabalhadores será obrigatória a anotação da hora de entrada e de saída, em registro manual, mecânico ou eletrônico”. O Ministério do Trabalho adverte que este controle e comprovação devem ser feitos pelo empregador. 

Vale ressaltar aqui que a medida valia anteriormente para estabelecimentos de mais de dez funcionários e foi alterada em 2019. 

A reforma trabalhista também afirma que o registro do ponto deve ser feito mesmo que o funcionário não trabalhe no local principal da atividade. Isso significa que mesmo aqueles colaboradores que trabalham em um modelo de home office, precisam registrar o seu horário de trabalho. E os trabalhadores que trabalham com jornadas flexíveis também. Lembrando que os dados da jornada de trabalho, turnos e dias de trabalho devem constar sempre no contrato. 

O incumprimento destas leis pode acarretar a multas que vão de R$1.000,00 a R$10.000,00, dependendo da gravidade do caso. Por isso, e para evitar possíveis processos trabalhistas, é necessário monitorar a jornada de trabalho de cada funcionário.
 

As horas extras e o banco de horas segundo a CLT

Confira qual é a regulação de horas extras e do banco de horas para não deixar de cumprir as regras estabelecidas por lei.

A quantidade de horas de trabalho conforme a reforma trabalhistas

Segundo o Artigo 59 da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) as horas extra da jornada de trabalho não podem exceder a duas para aqueles funcionários que trabalham num regime de 44 horas semanais (ou 8 horas diárias). No entanto, este limite não vale para aqueles profissionais que trabalham num regime de 12×36. Quando é possível trabalhar 12 horas e descansar 36.

Valor das horas extras 

O mesmo artigo atesta que as horas extras devem valer, pelo menos, 50% a mais do que as horas normais de trabalho. Além disso, devem ser pagas no mesmo mês corrente.

Se as horas extras são trabalhadas de noite, soma-se um 20% referente ao adicional noturno. E se estas são relativas a domingos e feriados valem 100% a mais do que uma hora normal de trabalho.

Compensação das horas excedentes 

No entanto, as horas excedentes podem ser compensadas pela diminuição de horas trabalhadas em outros dias. Para isto, deve haver um acordo ou convenção coletiva. Além disso, as horas excedentes não podem ultrapassar as 10 horas semanais e devem ser usadas dentro de 1 ano. 

Banco de horas

Quanto ao banco de horas, este pode existir em uma empresa caso pactuado por escrito entre empregador e trabalhadores. Porém, a compensação de horas deve ser utilizada num período máximo de seis meses.

Caso um funcionário seja demitido ou saia da empresa, as horas extras devem ser pagas integralmente.

Outras razões para calcular as horas trabalhadas de cada funcionário 

Além dos motivos legais e financeiros que envolvem o cálculo das horas dos funcionários, é possível extrair outros dados importantes ao monitorá-las.

Pontualidade

Ao monitorar as horas de entrada e saída dos colaboradores, é possível verificar a pontualidade e o comprometimento deles com os horário e, como consequência, com os objetivos da empresa. Este item é especialmente importante para os setores e profissionais que dependem de um horário fixo. Como funcionários de bancos, de atendimento ao cliente e prestadores de serviço.

Gestão de turnos

Muitos funcionários e empresas trabalham com a rotação de turnos. Ter um monitoramento eficiente das horas trabalhadas pelos funcionários de empresa, também significa se certificar que os turnos estão sendo cumpridos. Se não há intervalos sem colaboradores ou períodos com mais funcionários ao mesmo tempo.

Organização da empresa

É possível ter uma visão geral do comportamento de diferentes áreas e equipes dentro da empresa. E assim, motivá-los e acompanhá-los para o desenvolvimento dentro da empresa. Além disso, você consegue ver quais são os funcionários que trabalham em diferentes períodos, quem está no escritório em cada momento. 

Baixe nossa planilha de controle de horas trabalhadas e faturamento total

Se você não gosta de criar planilhas do zero, pode baixar o nosso modelo gratuito para calcular horas trabalhadas e faturamento. Assim, terá todas as partes cobertas e somente terá que digitar as horas e a planilha dará o valor do faturamento por horas daqueles mês. Ademais, podem ser adicionados projetos diferentes.

👉 Baixe aqui nossa planilha para calcular horas trabalhadas e faturamento!

Quer mais planilhas gratuitas para a gestão da sua empresa? 

No blog do QuantoSobra você pode encontrar várias planilhas prontas e grátis para a sua empresa. Faça o seu controle de estoque, fluxo de caixa, controle de contas e muito mais com as tabelas Excel gratuitas disponibilizadas lá.

Que tal modernizar a sua gestão de Recursos Humanos?

Mude a forma como você gerencia a sua área de recursos humanos! Com softwares de recursos humanos você automatiza a forma como calcula horas trabalhadas, oferece um relógio de ponto online, reúne os documentos da sua empresa em uma só plataforma e muito mais! Mais segurança, agilidade, praticidade e tempo para você focar em outras atividades mais importantes. Por exemplo, investir em treinamento da equipe, trabalhar no employer branding, criar projetos de cultura organizacional e entre outros.

A Factorial é um dos softwares de RH mais completos do mercado. Faça um teste gratuito.

software rh factorial

Escritora e jornalista, autora no blog da Factorial. Escreve sobre recursos humanos, leis, desenvolvimento e treinamento de equipes de alta performance.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário